O SISTEMA NACIONAL DE SAÚDE DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE VAI TER 100 ENFERMEIROS AINDA MAIS CAPACITADOS

O Ministério da Saúde de Sã o Tomé e Príncipe em colaboração com o PNUD, aproveitando a presença de dois enfermeiros especialistas em cuidados intensivos que estão no país a serviço desse organismo, iniciou hoje no Instituto Nacional para a Promoção da Igualdade e Equidade de Género (INPG), um curso de formação de Enfermeiros, Quadros nacionais do Sistema Nacional de Saúde de São Tomé e Príncipe no âmbito da Resposta à pandemia da COVID-19.A Cerimónia de abertura foi presidida pelo Senhor Ministro da Saúde Dr. Edgar Neves, estiveram presentes o Representante Residente Adjunto a.i – Joseph Oji, e a Directora de Enfermagem, Sónia Afonso, staff do Ministério da Saúde e do PNUD.Na sua mensagem, o Senhor Ministro da Saúde, dirigiu-se aos formandos, relembrando-lhes que esta formação de capacitação nesta área específica é de extrema importância para o Sistema Nacional de Saúde, e que os quadros irão sair desta formação com os conhecimentos muito mais alicerçados para fazerem o melhor possível no seu dia-a-dia profissional.Esta formação que decorre de 16 a 19 de Novembro tem a finalidade de melhorar a resposta à qualidade dos cuidados assistências prestados aos doentes, que com a pandemia da COVID-19 o número de pessoas a precisar de cuidados especiais tem vindo a aumentar de maneira surpreendente.A formação administrada pelos Enfermeiros especialistas Roberto Beiro e Hugo Paula, será composta por apresentações interactivas, actividades práticas e teóricas ao longo do dia, durante 4 dias, irão deixar mais capacitados 100 enfermeiros que vão estar ainda mais preparados para que no seu dia-a-dia possam realizar as técnicas básicas e reconhecer as possíveis situações de emergência e actuar até a chegada do médico.Esta formação para além da colaboração do parceiro PNUD de São Tomé e Príncipe, conta também com o apoio do Governo Canadiano que apoia a estadia por 6 meses em São Tomé e Príncipe dos dois enfermeiros especialistas que estão ajudar o país a vencer a pandemia da COVID-19.