Programa Atenção Integrada de Doenças de Infância

Programa de Atenção Integrada a Doenças da Infância

As doenças respiratórias agudas, a febre e a desidratação por diarreia grave são as principais causas de morbilidade e mortalidade na infância. De acordo com os últimos dados do PAV, a mortalidade infantil em crianças com idades inferior a 5 anos de idade, tem vindo a diminuir. A pronta procura de cuidados médicos por parte das grávidas e das mães e igualmente a pronta atenção médica para com as crianças que sofrem das doenças acima referidas é crucial para o aumento do bem-estar das crianças e a redução da mortalidade infantil.

A principal prioridade da saúde da criança é a redução da mortalidade infantil, através da prestação de um acompanhamento de qualidade, preventivo, curativo e de um crescimento saudável através de uma elevada cobertura imunitária.

Os maiores desafios na atenção integrada a doenças de infância, são; a inadequada qualidade e integração dos serviços distritais de saúde (habilidades, equipamentos, suprimentos e sistemas de encaminhamento de trabalhadores de saúde e ASC); apoio logístico às atividades de supervisão; recursos humanos insuficientes a todos os níveis.

Objetivo Geral
Diminuir a morbilidade e mortalidade infantil.

Objetivos Específicos
Capacitar médicos e enfermeiros no âmbito das estratégias do programa, contribuindo
para a melhoria da assistência às crianças menores de 5 anos.
Sensibilizar a população em matéria de AIDI.
Melhorar as infraestruturas dos serviços de saúde para elevar a qualidade do
atendimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *